01/11/2016

O que é e como Calcular o Payback?

Payback é uma técnica muito utilizada para calcular o prazo de recuperação do capital investido.

O que é o PayBack?

Payback que em português significa retorno é uma técnica muito utilizada nas empresas para análise do prazo de retorno do investimento em um projeto. Podemos completar que o PayBack é o tempo de retorno do investimento inicial até o momento no qual o ganho acumulado se iguala ao valor deste investimento. Normalmente este período é medido em meses ou anos.

Como Calcular o PayBack Simples

Ex: O departamento de Engenharia de uma montadora de carros está em busca de redução de custo na fabricação do capô de um de seus modelos. Após muita pesquisa, o departamento de engenharia encontrou no mercado uma prensa de alto desempenho que irá reduzir em 10% o custo da fabricação do capô. Sabendo que cada capô tem um custo de R$ 300,00 cada e que são produzidas 20 mil peças mês, qual seria o PayBack sabendo que o investimento para a aquisição da nova prensa vai custar R$ 2,5 Milhões



Analisando os Dados:


Custo atual do Capô = R$ 300,00
Redução de Custo (Nova Prensa) = 300,00  10% = 270
Saving (Economia) por peça =300  270 =  R$30,00
Investimento nova prensa = R$ 2.500.000,00
Quantidade Média Produzida Mês = 20.000 Units
Quantidade Média Produzida Ano = 240.000 Units



Para calcular o Payback em meses ou anos, basta dividir o numero de peças necessárias para pagar o investimento, pelo numero estimado de peças a produzir no período.

1 - Quantidade Média Produção Mês = 20.000 Units
Payback Mês = 83.333  / 20.000 = 4,16 Meses para o Retorno do Investimento

2 - Quantidade Média Produção Ano = 240.000 Units
Payback Ano = 83.333 / 240.000 = 0,347 Ano (4,16 Meses) para o Retorno do Investimento


Vantagens do Método PayBack

- O fato de ser bastante simples na sua forma de cálculo e de fácil compreensão;
- Fornece uma ideia do grau de liquidez e de risco do projeto;
- Em tempo de grande instabilidade e pela razão anterior, a utilização deste método é uma forma de aumentar a segurança dos negócios da empresa;
- Adequado à avaliação de projetos em contexto de risco elevado;
- Adequado à avaliação de projetos com vida limitada;

Autor: Fábio Alves
Fonte: industriahoje.com.br